Empresário é encontrado morto com tiro no peito em Campina Grande/PB. Polícia acredita em suicídio


Corpo foi encontrado bem próximo ao "Amigão"

Ainda está sendo considerado um verdadeiro mistério a morte do empresário Valmir de Sousa Cavalcanti, de 42 anos, que foi encontrado morto na noite desta sexta-feira (11) em terreno baldio nas proximidades do estádio de futebol Governador Ernani Sátyro, “O Amigão” no bairro do Catolé, zona sul de Campina Grande.
De acordo com a polícia, os moradores da localidade informaram a existência de um veículo parado em situação suspeita e com um homem dentro. Ao chegar para atender a ocorrência, os PMS encontraram a vítima morta, com um tiro no peito e um revólver calibre 38, ao lado do corpo do empresário.
O carro da vítima era uma Saveiro, de cor vermelha e placas NQK-1444/PB.
A primeira hipótese trabalhada pelos investigadores é que a ação trata-se de um suicídio, no entanto, todas as análises deverão ser feitas para que não existam dúvidas sobre a situação da morte.
Walmir de Sousa Cavalcanti era bastante conhecido em Campina Grande. Ele morava na Rua Riachuelo, no bairro da Liberdade e tinha uma loja de peças automotivas (VD Auto Peças) que funcionava na Rua Siqueira Campos, no Centro da cidade.