Em Pilões/PB: força de Segurança prende traficante e apreende armas e drogas

As Policiais Civil e Militar estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão, no município de Pilões, região do Brejo da Paraíba, a 117 km de João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (22). Segundo o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Arilson da Silva Valério, um traficante foi preso, além de drogas e armas apreendidas na cidade. 
Ação foi iniciada às 3h da manhã e envolveu 45 policiais, sendo 25 da Polícia Militar e 20 da Polícia Civil. Ela faz parta da operação “Malha da Lei”, que visa combater os tráfico de drogas nas cidades da Paraíba.
De acordo com o comandante, o traficante de 25 anos foi preso em sua residência. “Ele já é conhecido dos policiais, a mãe dele e o cunhado já haviam sido presos por tráfico de drogas na cidade”, disse tenente-coronel Valério.
Quantidade de drogas apreendida ainda não foi revelada pela polícia. “Vamos continuar a operação, porque traficantes da região ainda podem ser presas nesta quarta”, informou o comandante. 

Advogada se nega a mostrar carteira da OAB em delegacia e acaba presa por desacato em Campina Grande/PB

Uma advogada de 72 anos foi presa nessa terça-feira (22) após se negar a mostrar a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, obrigatória para quem exerce advocacia.

A confusão começou quando uma mulher encontrou a moto dela, que havia sido roubada, estacionada em frente a uma universidade. Porém, um homem também se identificou como dono da motocicleta e o caso foi parar na Delegacia de Polícia Civil em Campina.

Acusado de receptação, o homem acabou fugindo antes do depoimento ser concluído e a advogada dele se negou a manter contato com o cliente, passar informações e até mesmo mostrar a carteira da OAB.
Segundo a polícia, ela foi presa por desacato, passou uma noite na carceragem da Delegacia de Polícia Civil, mas foi liberada na manhã desta quarta-feira (23) após pagar fiança de R$ 1,5 mil.
VEJA MATÉRIA DA TV CORREIO/RECORD:

Em Campina: bandidos aproveitam falha de sistema de segurança e roubam equipamentos de faculdade particular no Alto Branco

Na madrugada desta terça-feira, bandidos se aproveitaram da falha de sistema de segurança da unidade da Unesc Faculdades, que funciona no bairro do Alto Branco em Campina Grande, e fizeram uma verdadeira 'limpeza' no local.
De acordo com as informações confirmadas pela polícia, os criminosos não encontraram dificuldades em entrar no prédio, já que as câmeras de monitoramento e a cerca elétrica que deveriam garantir a segurança do local estavam desativadas.
De forma rápida, os ladrões arrombaram os laboratórios e conseguiram roubar da faculdade quatro computadores, três retroprojetores e ainda três bebedouros de água.
Segundo os alunos da faculdade, a segurança no local e muito precária. Os crimes como assaltos e arrombamentos de veículos acontecem com frequencia e os estudantes reclamam da assistência da pelas autoridades. "Além dos roubos de celulares, o que mais acontece aqui é arrombamento de carros. A gente fala com o pessoal da faculdade pra colocar segurança no estacionamento mas eles não dão atenção, agora, eles foram os alvos, sentiram na pele a situação" comentou um estudante da unidade.

VEJA FOTOS DOS ÚLTIMOS ARROMBAMENTOS DE VEÍCULOS REGISTRADOS NO LOCAL:







NO FERIADÃO: Hospital de Trauma de Campina Grande/PB atende 145 vítimas de acidente de moto no interior do estado


O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, realizou cerca de 1.134 atendimentos durante o feriado da Páscoa. 
O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora da quinta-feira (17) até as primeiras horas desta segunda (21). 
Os casos envolvendo motocicletas lideraram as entradas nos plantões durante o período. No total, 201 pacientes foram atendidos devido a acidentes com moto. 
Já em relação aos feridos em acidente de automóvel, o hospital teve 16 pacientes. 
Também foram registrados vítimas de agressão física (12), arma de fogo (12), arma branca (13). 
Os demais atendimentos foram de casos clínicos. 
Nesses dias foram realizadas 78 cirurgias. Já no mesmo período do ano passado, deram entrada 1.082 pessoas nesse feriadão da Páscoa, entre urgências (casos clínicos: dor de cabeça, febre, hipertensão, etc.) e emergências. 
Desse total 145 foram vítimas de acidente de moto, 09 vítimas de tiro, 14 de facada, 27 vitimas de acidentes de carro e 12 por espancamento. 
Foram realizadas nesses dias 88 cirurgias. 
Para garantir a eficiência no atendimento e a assistência a todos, a unidade de saúde conta com 262 médicos, sendo 37 de plantão 24 horas em todas as especialidades de urgência. 
O hospital dispõe de internação clínica e cirúrgica em seis blocos de enfermaria, com 308 leitos. O Trauma-CG é referência em traumatologia para 203 municípios da Paraíba, além de algumas cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco, a unidade chega a atender 300 pacientes, diariamente. 
O Governo do Estado investe mensalmente cerca R$ 8 milhões para a manutenção do Trauma de Campina Grande

Em Juazeirinho/PB: bandidos armados rendem caminhoneiro e roubam carga avaliada em mais de R$ 130 mil

Por volta das 16h00 desta segunda-feira (21/04), ladrões em um carro de cor preta (marca não identificada), interceptaram um caminhão no Centro de Juazeirinho, no Cariri paraibano, e anunciaram um assalto.
Dois bandidos desceram do veículo armados com revólveres renderam o condutor César Ricardo Serafim Lira, de 37 anos, que foi obrigado a dirigir o caminhão para um local indicado pelos bandidos.
No trajeto, eles retiraram o motorista, colocaram em outro carro e circularam por várias horas para roubar o caminhão com uma carga de cerâmica e pias avaliada em “130 mil reais”.
Em seguida, já na madrugada desta terça-feira (22), amarraram a vítima e a abandonaram em um matagal às margens da BR 230 (entre Juazeirinho e Soledade).
César Ricardo conseguiu se soltar pela manhã e deparou-se, na BR, com uma guarnição de Soledade, a quem relatou o ocorrido.
Os ladrões e a carga não foram encontrados, mas o caminhão foi localizado no posto de combustíveis Jerusalém, em Junco do Seridó.
O vigilante disse que ele foi estacionado por volta das 02h30 e o condutor entrou numa Hilux de cor prata que estava esperando.
A vítima mora no bairro Varadouro, em João Pessoa.
 
Com Renato Diniz.com

Acidentes na Semana Santa caem 13% e número de mortes é 87,6% menor que em 2013 na Paraíba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou às 23h59 dessa segunda-feira (21), a 'Operação Semana Santa/Tiradentes'. Os resultados mostram que desde quinta-feira (17), foram registrados por cinco dias, 75 acidentes, 54 pessoas ficaram feridas e uma pessoa morreu. Na manhã da sexta-feira (18), um acidente envolvendo um veículo de passeio e uma motocicleta resultou na morte do condutor da motocicleta, um homem de 29 anos. No Brasil, foram 136 mortes e 2,7 mil acidentes no feriadão.

Entre os feriados de Semana Santa de 2013 e 2014, a frota veicular nacional teve um crescimento aproximado de 7,8%. Ao considerar este crescimento e o maior período da operação em 2014, os indicadores operacionais da PRF apresentaram quedas de -13% (acidentes), -21,4% (feridos) e -87,6% (mortos).

Durante os cinco dias da operação, 3,5 mil pessoas e veículos foram fiscalizados, 522 condutores foram multados, 1.109 testes de etilômetro foram realizados, 32 pessoas foram autuadas e nove foram presas pela mistura álcool e direção. Outras três pessoas foram presas, dois procurados pela justiça e um homem por porte ilegal de arma de fogo.

Os radares da PRF registraram 939 infratores acima do limite de velocidade. As multas por excesso de velocidade variam de R$ 85,13 até R$574,62.

A falta de atenção dos condutores e a imprudência na manutenção da distância de segurança foram responsáveis por 15 acidentes, todos colisões traseiras, atendidos pelas equipes da PRF no retorno do feriado. Este número corresponde a 52% dos acidentes registrados pela PRF no último dia da operação.

O feriado registrou aumento significativo do fluxo de veículos com destino às cidades do interior do estado. O retorno destes veículos à Região Metropolitana de João Pessoa gerou lentidão e aumentou o risco de colisões traseiras.

Como resultado deste planejamento, as ações da PRF foram concentradas em diversos pontos considerados críticos. O combate a embriaguez ao volante, ao excesso de velocidade, às ultrapassagens indevidas e o transporte irregular de passageiros norteou as ações das equipes em todas as onze Unidades Operacionais – UOPs da PRF na Paraíba.

Como os períodos das operações de 2014 e 2013 foram diferentes e um dos fatores de grande influência nas ocorrências de acidentes de trânsito é o crescimento da frota veicular, a PRF utiliza Indicadores Operacionais para medir e acompanhar a evolução dos acidentes de trânsito.

Policiais civis protestam em frente à ALPB e pedem derrubada da MP 222

Parlamentares da Mesa Diretora, Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) receberam os representantes da Associação dos Policiais Civis de Carreira do Estado (Aspol-PB), na manhã desta terça-feira (22). Os policiais se posicionaram contra a Medida Provisória (MP) 222/2014, encaminhada pelo Governo Estadual para ser apreciada pela Casa.
Cerca de 200 policiais civis fizeram um protesto em frente à Assembleia Legislativa, contra a aprovação da Medida Provisória nº 222. A MP trata sobre os benefícios e promoções oferecidas aos funcionários da Polícia Civil, mas que de acordo com os policiais a aprovação da matéria deve prejudicar os agentes, escrivães e peritos e beneficiar apenas os delegados.

Os deputados que receberam os representantes da Polícia Civil na sede do Legislativo sugeriram a realização de uma audiência pública com o objetivo de discutir os impasses destacados pelos agentes durante a reunião. A matéria, que já se encontra na Casa, deve ser encaminhada, ainda esta semana, para a Comissão de Constituição e Justiça.
Os policiais civis armaram uma tenda em frente à entrada principal da Assembleia Legislativa. Uma comissão representante da categoria conversou com a Comissão de Constituição e Justiça da ALPB. Deputados de oposição que integram a CCJ asseguraram que vão derrubar a MP 222, caso ela comece a tramitar. Os policiais receberam a informação de que a matéria ainda não chegou à Presidência do Legislativo e não começou a tramitar.

Representantes dos policiais entregaram uma carta aos deputados estaduais, onde elencam pontos que consideram prejudiciais com a aprovação da MP 222. Eles citam oito artigos da lei 85/2008 que seriam modificados.

Segundo o documento, o artigo 1º sofre com o remanejamento de vagas entre as classes para a promoção. Os policiais entendem que essa mudança "privilegia os delegados, em detrimento das demais categorias". No artigo 2º, garante os policiais civis, a MP cria um reajuste salarial embutido também para os delegados, diminuindo a diferença salarial entre as classes para 8%.

Entre outras alterações, a MP, queixam-se os policiais civis, em seu artigo 4º tira o direito de representantes de associações e sindicatos da categoria concorrerem à promoção funcional.
 "Os policiais alegam que com a aprovação desta Medida Provisória os agentes, escrivães e peritos seriam prejudicados. Então, vamos analisar a constitucionalidade da matéria e realizar uma audiência pública, no âmbito da CCJ, para que haja um entendimento", disse o presidente da Comissão de Justiça, deputado Janduhy Carneiro (PTN).

Também participou do encontro o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Raniery Paulino (PMDB), que ressaltou a importância do debate com a categoria envolvida.

"Foram colocados os pontos de vista da Aspol e também fomos procurados pela Associação dos Delegados. Ficou acertado que vamos realizar a audiência com o intuito de discutir e buscar as convergências para que todas as categorias sejam contempladas. É interessante que o Governo também procure ter este diálogo", destacou Raniery Paulino.

Os policiais civis da Paraíba paralisaram o atendimento nas delegacias, nesta terça-feira, como forma de protestar contra a Medida Provisória. A ação também deve servir de advertência para uma possível paralisação por tempo indeterminado, caso os  agentes e demais não recebam os benefícios que podem ser concedidos aos outros funcionários.

"Solicitamos aos deputados que nos apóiem no cumprimento da lei. A MP foi elaborada por um pequeno grupo de delegados e prejudica a maior parte da nossa categoria. O texto da matéria apresenta vícios formais e induz a atos de inconstitucionalidade", explicou o presidente da Aspol, Sandro Bezerra.

Participaram da reunião os deputados Branco Mendes (PEN), Arnaldo Monteiro (PSC), Guilherme Almeida (PSC), Carlos Batinga (PSC), João Henrique (Democratas), além de Janduhy Carneiro e Raniery Paulino.

Vice-prefeito e empresário se envolvem em acidente na BR-230 no Alto Sertão



O vice-prefeito do município de Uiraúna, José Nilson Santiago Segundo, se envolveu num acidente de trânsito nesse domingo (21), na BR 230, com um empresário sertanejo. O acidente aconteceu próximo a entrada da cidade de Pombal, a 471 km de João Pessoa, na região do Alto Sertão.
De acordo a Polícia Rodoviária Federal, o vice-prefeito estava num veículo no sentido Patos/Pombal, quando foi surpreendido por uma pick up, que vinha na direção contrária. Eles acabaram colidindo lateralmente.
O gestor foi socorrido para o Hospital Regional de Pombal por uma equipe do Samu. Segundo informações da assessoria da unidade hospitalar, ele sofreu apenas pequenas escoriações, passou por exames e em seguida foi liberado.
A PRF vai investigar as causas do colisão. Esse foi um dos acidentes ocasionados por imprudência, registrado na Paraíba, durante a volta do feriadão prolongando da Semana santa/Tiradentes.

EXCLUSIVO: detendo que cumpria pena por assassinato no presídio do Serrotão é encontrado morto em matagal de Campina Grande/PB

Um preso do regime semiaberto da Penitenciária Regional do Serrotão em Campina Grande foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira em um matagal no sítio Estreito, zona rural do município.
De acordo com as primeiras informações colhidas pela polícia Gilvan Heleno Barbosa, tinha 42 anos, e há 9 dias estava desaparecido.
Segundo seus próprios familiares, a vítima era alcoolatra e vinha sofrendo com problemas depressivos. "Ele ficou meio agoniado porque não suportava a ideia de retornar para o presídio, por isso que havia quebrado o albergue e andava bebendo quase todos os dias" comentou a ex-companheira da vítima, a catadora Maria de Fátima Silva.
O corpo de Gilvan foi localizado por dois adolescentes que estava no matagal caçando pássaros. "Os meninos sentiram a fedentina e foram nos chamar. Ele morava aqui perto, por isso que eles conheceram. Quando chegamos aqui encontramos ele nestas condições" disse Jerônimo Fêlix, morador da área.
Por conta do adiantado estado de decomposição, a Polícia Civil não soube identificar a causa da morte. "Somente a análise pericial vai comprovar. Da forma que está não conseguimos identificar nenhum tipo de violência provocada por armas" disse a delegada Tatiana Matos, delegada de homicídios de Campina Grande.
Gilvan Heleno foi condenado a 19 anos de prisão por prática de assassinato. Ele chegou a cumprir 9 no regime fechado e atualmente estava albergado, no entanto, há alguns anos ele não mais retornava para o presídio e já era considerado foragido. 
Apesar das circunstâncias, a família da vítima não acredita que a morte tenha sido alguma forma de vingança."Duvido muito que tenha sido alguma coisa de vingança. Ele não fazia mais mal a ninguém" frisou a ex-companheira da vítima.
O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Campina Grande.



Mulher é arremessada para fora do veículo após colisão com poste em acidente no Brejo


Um grave acidente foi registrado na saída do município de Guarabira, a 75 km de João Pessoa, região do Brejo, na tarde desta segunda-feira (21). Um casal que estava voltando para João Pessoa perdeu o controle do veículo e atingiu um poste. A mulher foi arremessada para fora do automóvel.
De acordo com informações da Polícia Militar, um quebra molas foi a causa do acidente. O motorista de 59 anos foi tentar livrar o carro, modelo Parati na cor cinza, quando próximo ao posto da antiga Manzuá da cidade, perdeu o controle do veículo, bateu no meio fio e colidiu com o poste de alta tensão.
Com o impacto da colisão, a mulher de 49 anos, esposa do condutor, foi arremessada para fora do carro.Ela foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional da cidade e passa por exames mais detalhados para averiguar a gravidade do estado de saúde dela. Já o homem levou uma pancada na cabeça, mas passa bem.
Com a queda do poste, parte dos moradores do bairro do Cordeiro ficaram sem energia e o veículo ficou parcialmente destruído.O acidente aconteceu próximo a entrada do Distrito de Cachoeira dos Guedes.

LUTO NO CARIRI: prefeito de Caraúbas/PB morre após sofrer parada cardiáca

O prefeito de Caraúbas, Severino Virgínio da Silva (Severino Dudu), faleceu na madrugada deste domingo (20). Severino Dudu tinha 74 anos e estava internado desde o dia 12 de abril.

O prefeito de Caraúbas faleceu na Clínica Santa Clara, em Campina Grande, às 2h10 da madrugada.

Após sofrer uma parada cardíaca neste sábado, o gestor havia sido submetido a uma cirurgia, porém, não resistiu às complicações de seu quadro clínico.

Severino Dudu foi eleito quando pelo PSC na coligação Caraúbas em Boas Mãos. Eleito com 1.978 votos (64,12%).

O corpo do prefeito Severino Dudu chega a Caraúbas nesta tarde de domingo de Páscoa e será velado no Mercado Público Municipal. O sepultamento acontecerá nesta segunda-feira, às 10hrs.

Com a morte de seu Severino Dudu assume o Executivo Municipal de Caraúbas o vice-prefeito Pedro Correia.

Com AgoraPB

NESTA TERÇA: policiais civis da Paraíba param as atividades e sinalizam indicativo de greve

Agentes de investigação, escrivães e motoristas da Polícia Civil da Paraíba anunciam que vão parar as atividades das 8h às 18h na próxima terça-feira (22) para protestar contra a Medida Provisória 222, que trata sobre promoções e outros benefícios a parte dos profissionais da PC, sem alcançar agentes, escrivães e motoristas.

De acordo com o presidente da Aspol-PB, Sandro Bezerra, todo o atendimento feito nas delegacias será interrompido por 10 horas. “A paralisação das atividades dos policiais civis dos cargos de agente de investigação, escrivão de polícia e motorista policial, servirá como forma de 'advertência' para uma futura e possível paralisação por tempo indeterminado, caso esta inconstitucionalidade gritante venha a se concretizar”.

Sandro falou que às 9h será servido um café da manhã em frente à Assembleia Legislativa da Paraíba, em João Pessoa, onde os profissionais devem se reunir com deputados para discutir sobre a MP 222.

O presidente adiantou que policiais civis de todo o estado confirmaram que vão participar da manifestação na terça-feira (22) na Capital e disse ainda que a paralisação de dez horas foi deliberada e aprovada por unanimidade em assembleia da categoria realizada na sexta-feira (11) na sede da Aspol-PB.

NESTE DOMINGO: jovem é assassinado no Conjunto Mariz em Campina Grande/PB; crime pode ter sido motivado por briga de gangues

Na tarde deste domingo (20) mais um crime de assassinato foi registrado na periferia da cidade de Campina Grande, no Agreste do estado. 
Desta vez, a vítima foi um jovem de 26 anos que foi assassinado com um tiro de revólver.
O crime aconteceu por volta das 17h30, na rua projetada, no Conjunto Mariz.
De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Edilson Correia Amorim, que tinha 26 anos e também morava na localidade.
Ele foi atingido por um disparo que feriu seu abdômen. O jovem ainda foi socorrido pelo Samu para o Hospital de Traumas, mas acabou não resistindo aos ferimentos.
Uma equipe do Serviço de Inteligência do 2º BPM já está acompanhando o caso. Isso porque, testemunhas contaram que a morte de Edilson pode ter ligação com a briga de gangues na comunidade.
Até agora, nenhum suspeito foi preso. 

Na Palmeira: homem que teve casa invadida e furtada detém suspeito do crime em Campina Grande/PB

Dois jovens foram detidos na noite desse sábado (19), na cidade de Campina Grande, Agreste paraibano, suspeito de terem invadido uma residência e furtado vários eletrodomésticos no bairro da Palmeira. Um deles foi detido pelo proprietário do imóvel.
Consta na súmula do Centro Integrado de Operações Policiais ( Ciop) que um casal passou o dia fora e ao retornar, a mulher constatou que a residência tinha sido furtada. Ela comunicou o crime a Polícia Militar onde uma viatura esteve no local, mas não conseguiu prender os suspeitos.
Minutos depois, a mulher liga para o 190 informando que o esposo dela conseguiu deter um jovem envolvido no furto. Uma guarnição da Polícia Militar foi até o local e constatou a participação dele no crime.
O detido apontou onde o comparsa estava escondido. Os dois foram levados para a Central de Polícia Civil de Campina Grande. Os objetos furtados foram recuperados.

Monteiro/PB: comerciante é baleado no braço ao reagir a assalto

Um comerciante foi baleado ao reagir a um assalto na cidade de Monteiro, no Cariri do estado. O fato ocorreu nesse sábado (19). A vítima passa bem.
Segundo informações da Polícia Militar da cidade, a vítima foi interceptada por dois homens – que estavam em uma motocicleta e exigiam dinheiro. Os policiais informaram ainda que ao reagir, os bandidos efetuaram tiros contra o comerciante, mas apenas um o atingiu no braço.
A vítima foi socorrida para o hospital local, onde foi medicado e liberado, segundo informes da PM. Policiais ainda perseguiram os suspeitos, mas eles conseguiram fugir pela estrada que dá acesso a cidade de Sumé, no Cariri.

Foragido da Justiça de Goiás, suspeito de matar policial, é preso pela Polícia Militar na Paraíba

O foragido da Justiça do estado de Goiás, Mário da Silva Santos, 35 anos, foi preso na tarde deste domingo (20), no Jardim Treze de Maio, em João Pessoa. O homem tem um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado.
Segundo informações da delegada Daydy Ismael, um capitão da Polícia Militar estava passando pela rua Francisca Moura quando percebeu o homem em atitude suspeito. “O policial pediu reforço e quando a viatura abordou o suspeito e fez um consulta, constatou que ele era foragido da Justiça”.
Mário da Silva foi levado para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp), em Manaíra, onde foi registrado o caso. O foragido foi transferido para a Central de Polícia Civil, na Capital, onde vai ficar a disposição da Justiça de Goiás.
De acordo com o aspirante Flávio, do 1º Batalhão de Polícia Militar, Mário da Silva é acusado de matar um policial e desde que foi expedido o mandado de prisão, ele estava foragido.