Polícia Civil prende mulher acusada de praticar abortos clandestinos; acusada tem 75 anos de idade

veiadoabortoA Polícia Civil, por meio da delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital, prendeu no fim da manhã desta terça-feira (15) uma mulher acusada de realizar abortos clandestinos. Marlene da Silva Alves, de 75 anos, foi presa em casa, na Avenida Barão de Mamanguape, no bairro da Torre, em João Pessoa. Segundo a delegada Emília Ferraz, os procedimentos abortivos eram realizados na casa de Marlene e ela utilizava instrumentos que não eram higienizados. Uma mulher morreu depois de ser atendida pela suspeita.
A polícia chegou até a residência de Marlene depois que parentes de Josicleide Gomes de Sousa, de 32 anos, procuraram a delegacia de homicídios para denunciar que ela morreu depois de passar por procedimentos abortivos na casa de Marlene da Silva. “As investigações começaram no dia 30 de junho. Nós fomos procurados pela irmã de Josicleide, Jaqueline Gomes. Ela disse em depoimento que Josicleide estava grávida do terceiro filho e teria procurado a casa de dona Marlene para fazer o aborto, no dia 6 de maio. Dois dias depois, ela passou por complicações, voltou à casa de dona Marlene e sem resultado foi internada em uma Maternidade de João Pessoa, encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde passou por uma histerectomia, mas aí já era tarde demais. No dia 8 de maio ela faleceu. Na certidão de óbito consta morte por aborto e septicemia (infecção generalizada)”, informou a delegada responsável pelo caso, acrescentando que a vítima estava fragilizada após o procedimento abortivo. “Quando ela procurou a família já nem conseguia andar mais, de tão fraca que estava e de tantas dores que sentia. Ela deixa dois filhos órfãos”, disse.
abortosNa residência, a polícia apreendeu vários materiais utilizados nos procedimentos, entre eles, tesoura cirúrgica, luvas cirúrgicas, sondas, espéculo, ducha de lavagem vaginal, medicamentos tranquilizantes e ainda outros objetos de uso ginecológico e obstétrico. “Ficamos impressionados com a falta de higiene. Constatamos materiais enferrujados, com manchas de sangue e com bastante tempo de uso. Dona Marlene alega ser auxiliar de enfermagem e nos apresentou dois certificados, um deles é de treinamento para parteira leiga, e nos disse que todo esse material era usado para cuidar de idosos. Porém, ainda vamos investigar desde quando ela realizava essa prática ilegal dentro de casa. Pode ser que existam outras vítimas, outras pessoas que vieram até aqui e contrataram os serviços ilegais de aborto”, reiterou a delegada.
A Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) disponibiliza para a comunidade o número 197 (Disque Denúncia). Por ele é possível, sem se identificar, passar informações que podem ajudar nas investigações deste caso. “Não temos conhecimento de quantas mulheres passaram por procedimentos nesta casa. Mas as investigações continuam e quem procurar o 197 para nos dar informações, estas serão apuradas e mais prisões podem acontecer”, finalizou a delegada.

CONQUISTA: estudante universitário de Campina Grande/PB conquista 3º lugar em campeonato regional de fisiculturismo

O estudante universitário Gustavo Lucena, de 24 anos, natural de Campina Grande no Agreste do estado, conquistou o 3º lugar no Campeonato Pernambucano de Fisiculturismo e Fitness IFBB-PE.

O evento, que reuniu dezenas de atletas de vários estados da região Nordeste ocorreu no último dia 06 de julho em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana de Recife.

Gustavo competiu com 18 atletas na categoria Men’s Physique.

A paixão pelo esporte foi despertada há cerca de três anos, quando o jovem de Campina Grande resolveu se dedicar totalmente a prática de um treino pesado e disciplinado. “Sempre gostei de atividade física, mas encarava o treino apenas para melhorar o estilo de vida e o bem-estar. Nos últimos anos, comecei a encarar o desafio de me preparar especificamente para competições. O campeonato pernambucano foi a primeira disputa profissional que participei, por isso esse terceiro lugar, pra mim, é muito representativo” comentou.

Gustavo revelou também que sempre teve paixão pela carreira militar, no entanto, se afastou do sonho devido os estudos. “Eu comecei a estudar Direito, ainda cursei cinco períodos, quando conheci o fisiculturismo mudei o foco, abandonou o estudo das leis e agora curso Educação Física. Ainda quero me formar em nutrição para continuar nesta área que hoje, é minha paixão” completou o rapaz.

Fã de Arnold Schwarzenegger, o jovem treina sete dias por semana, em média uma hora por dia. Mas essa rotina é modificada com a proximidade das competições. “Antes de competir passamos 13 semanas nos preparando. Durante esse período temos que viver em uma espécie de quarentena relacionando treino, disciplina de horários e alimentação. O esforço é grande e renúncia também, mas no final o resulto é muito gratificante” disse.

 Fotos: Arquivo pessoal (reprodução do Facebook)












Bandidos fazem arrastão no bairro do Alto Branco em Campina e roubam 4 pessoas; criminosos estavam armados e em uma moto

Por volta das 14h00 desta terça-feira (15/07), quatro pessoas foram assaltadas na Rua Napoleão Laureano, no Bairro Alto Branco, em Campina Grande.
O crime foi cometido por dois homens em uma motocicleta de cor preta (um deles portava um revólver).
O ladrão que conduzia a moto estava usando uma jaqueta de mototaxista clandestino.
De acordo com uma vítima, tudo foi muito rápido.
De uma pessoa foram roubados R$ 520 ; de outra foram levados R$ 900; da terceira os bandidos tomaram R$ 2.400 e da quarta foi levado um iphone.
As vítimas moram em Guarabira e Campina Grande.
 
Com Renato Diniz

NESTA TERÇA: estudante de 18 anos é vítima de sequestro relâmpago no bairro do Catolé em Campina Grande/PB

Uma estudante de 18 anos, moradora de Bodocongó, foi vítima de sequestro relâmpago, por volta das 12h50 desta terça-feira (15/07) em Campina Grande.
Ela afirmou aos policiais que estava na Avenida Vigário Calixto, no Bairro Catolé, quando foi sequestrada por dois homens em um Celta de cor preta e armados com revólveres.
Eles a colocaram no carro e a levaram para o Partage Shopping, também no Catolé.
Chegando ao local a jovem foi obrigada a sacar uma quantia de “1.000 reais”.
Os bandidos liberaram a vítima nas imediações do Terminal Rodoviário.

Jornada de Priorização do 1º Grau é realizada em Campina Grande/PB


A segunda etapa da I Jornada de Priorização do 1º grau realizada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba ocorre durante toda esta terça-feira (15), no auditório do Tribunal do Júri do Fórum Afonso Campos, na comarca de Campina Grande. Magistrados e servidores da 2ª circunscrição discutem uma nova política administrativa, voltada para solucionar os problemas relacionados ao 1º grau de jurisdição – instância onde está concentrada a maior demanda processual da Justiça. O evento foi aberto pela juíza diretora do Fórum, Ana Cristina Penazzi.

Nunca tivemos um evento desta natureza, em que magistrados e servidores, de mãos dadas, podem ser ouvidos em suas reivindicações. Este encontro é de grande importância para o resgate do 1º grau, para discutirmos o que precisa ser priorizado, tanto no trabalho dos juízes, quanto dos servidores. Vamos trabalhar com duas frentes: melhor lotação e valorização de servidores e um planejamento orçamentário para o 1º grau”, destacou a magistrada.

Em seguida, o coordenador da Jornada e dos trabalhos de Priorização do 1º Grau do TJPB, desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, apresentou o painel “Por que priorizar? Resolução 194/2014”, por meio do qual expôs a situação atual da 1º instância na Justiça paraibana e destacou a necessidade de se investir na redistribuição da força de trabalho e na construção de um orçamento para o 1º grau de acordo com a demanda processual.

Estamos focando inicialmente em duas linhas de priorização, mas temos pelo menos nove itens que devem ser destacados, como formação continuada, pesquisa, infraestrutura, tecnologia, entre outros”, afirmou. Também falou sobre governança, empoderamento de magistrados e servidores para descentralização das responsabilidades, e transparência.

Como o ocorrido na comarca de Patos, no dia 7 de julho, a explanação foi seguida de debates e, na sequência, o painel sobre “Trabalho voluntário e prática acadêmica” foi apresentado pelo servidor do TJ de Pernambuco, Wagner Barbosa de Lucena.
Ainda durante a manhã, foi realizada a inscrição de servidores e magistrados interessados em compor o Comitê para Elaboração do Orçamento 2015 para o 1º grau. No final da tarde, será eleito um representante de cada categoria.

Em Patos, o juiz Felipe Vilar (6ª Vara de Sousa) e a servidora Liz Rogéria Morais Fernandes (da comarca de Patos) foram os escolhidos. Na 3ª e 4ª etapas da Jornada – que será realizada, respectivamente, em Guarabira (17 de julho/6ª circunscrição) e João Pessoa (24 de julho/1ª circunscrição) – mais dois magistrados e dois servidores serão eleitos para o Comitê.

Por Gabriela Parente

Aesa e ANA realizam curso para modernizar monitoramento dos açudes da Paraíba

O Governo do Estado, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), está realizando um curso de capacitação para modernizar o monitoramento dos açudes. As aulas, ministradas em parceira com Agência Nacional das Águas (ANA), estão acontecendo no auditório da Unidade Acadêmica de Ciências Atmosféricas da Universidade Federal de Campina Grande e contam com profissionais da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
De acordo com o gerente de Monitoramento o Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno, o conteúdo do curso será focado na instalação e manutenção de estações hidrológicas automáticas. “Ao término das aulas, os técnicos estarão capacitados e poderão modernizar a rede atual de acompanhamento dos açudes, melhorando assim a eficiência e a credibilidade das informações a serem geridas nos Estados”, observou.
Durante as aulas práticas serão instaladas duas plataformas de coleta de dados hidrológicos (PCD). Os equipamentos ficarão localizados no açude Lagoa do Arroz, na cidade de Cajazeiras, e em um trecho do rio Piranhas, no município de Pombal.
As novas PCD darão mais subsídios às ações da Aesa e da ANA, aumentando nossa rede de monitoramento e contribuindo para o trabalho da Sala de Situação, em Campina Grande”, informou o presidente da Aesa, João Machado Vicente Sobrinho. O Centro de Gestão de Situações Críticas, também conhecido como Sala de Situação, foi instalado em agosto de 2012. No local, técnicos da Aesa realizam o monitoramento de açudes, reservatórios e condições climáticas para identificar e prevenir possíveis catástrofes. Mais de R$ 2 milhões foram investidos na construção do Centro, uma obra realizada pelo Governo do Estado em parceria com a ANA.

Polícia Civil prende pedreiro acusado de homicídio no Itararé, em Campina Grande/PB

Em cumprimento a mais uma mandado de prisão, policiais da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Pessoa (Homicídios) de Campina Grande capturaram, na manhã desta terça-feira (15), o pedreiro Welton Lima dos Santos, 30 anos, acusado de participação no assassinato de Leandro Soares de França, fato ocorrido no dia 06 de janeiro de 2013, no bairro do Itararé.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Falkandre de Souza Queiroz, da Vara Criminal de Campina Grande. A prisão de Welton aconteceu em sua residência, no Itararé.

A Polícia está investigando a possível ligação de Welton com um perigoso grupo envolvido em vários crimes, inclusive  de estupro, a maioria cometida nos bairros do Catolé, Itararé e Tambor.

Campina Grande registra dois assassinatos durante o final de semana; Polícia Civil investiga os casos

Foram registrados dois homicídios no final de semana em Campina Grande.
O primeiro caso ocorreu na noite do sábado (12/07), na Rua do Sol, no Bairro Santa Rosa, quando foi assassinado com um tiro de revólver no tórax, o ajudante de pedreiro Anderson Nascimento Silva, 25 anos.
O crime é atribuído a dois homens, ainda não identificados,  que estavam numa moto
A mãe de Anderson disse aos policiais que o filho era usuário de droga e vinha sofrendo ameaças.  
Já na noite do domingo (13), José Paulo Santiago de Farias, de 31 anos, morreu no Hospital de Trauma, vítima de  um golpe de faca.
De acordo com informações ele estava participando de uma festa no distrito de Catolé de Boa Vista, Campina Grande, e se envolveu numa confusão por causa de uma mulher.
O crime ainda não tem autoria.
José Paulo morava em Aracaju/SE. Este ano em Campina Grande ocorreram 82 assassinatos.
TRAVESTI BALEADO
Um travesti de 18 anos sofreu uma tentativa de homicídio na noite do domingo na Rua Rio de Janeiro, no Bairro Liberdade.
O jovem foi atingido com três tiros e está internado no Hospital de Trauma.
A vítima é usuária de droga e tem dívidas com traficantes.

Justiça nega pedido de desbloqueio de bens de Veneziano e do ex-presidente do Ipsem

veneeleiçao2014
A Justiça indeferiu o pedido do ex-prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rêgo e de Wanderley Medeiros, ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais, mantendo o entendimento da ação proposta pela Procuradoria Geral do Município (PGM), que pediu o ressarcimento de possíveis danos provocados ao Instituto pela gestão anterior e resultou na decisão do Poder Judiciário que determinou, em caráter liminar, a indisponibilidade dos bens dos ex-gestores.
O ex-prefeito e o ex-presidente pediram o desbloqueio dos bens, mas a solicitação foi negada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.
De acordo com a ação, os dois ex-gestores não teriam realizado o pagamento do parcelamento de contribuições patronais da Prefeitura ao Ipsem, no período de junho a dezembro de 2012, e o décimo terceiro salário no mesmo ano, provocando prejuízos e gerando dívidas para o Instituto.
O ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo governou o Município entre 2005 e 2012. A primeira decisão a favor da ação proposta pela PGM foi tomada pela 3ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande.
A primeira decisão que determinou a indisponibilidade dos bens dos ex-gestores campinenses foi adotada no mês de maio deste ano.

Eleitor que solicitou impugnação de CCL é vinculado ao Governo do Estado

moca
O eleitor, Demócrito Medeiros de Oliveira que solicitou, ontem (9), junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a impugnação do  registro de candidatura ao governo do estado do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), é vinculado ao governador, Ricardo Coutinho, mais precisamente “Moca”, como é mais conhecido, é funcionário de um dos Centros Sociais Urbanos (CSU) existentes na Paraíba.
Assim que a matéria passou a circular, as redes sociais responderam proporcionalmente a veiculação do fato. Vários aliados do senador Cássio postaram fotos de “Moca” em companhia do ex-secretário governamental, Ricardo Barbosa. (foto abaixo).
Além de Demócrito, o Ministério Público também pretende solicitar a impugnação do registro de candidatura do senador Cássio e o próprio jurídico do governador Ricardo Coutinho (PSB), já tem a peça pronta para tentar impugnar a candidatura ao governo do estado do senador tucano.
No entanto, a assessoria jurídica do senador Cássio Cunha Lima declarou que o tucano é elegível e que já esperava por esse embate por parte dos adversários políticos do tucano. Em outras oportunidades, o próprio senador já se pronunciou e disse: “A minha palavra é de tranquilidade em relação à elegibilidade diante de todos esses fatos julgados e da própria jurisprudência”.
moca2
 
moca rb
 
Simone Duarte (@sireporter)

NINGUÉM ENTENDEU: primeira dama do estado clama por mudança de governos para melhorias na Saúde e Educação

Sem medir as consequências das suas palavras, a primeira dama do Estado, Pâmela Bório mais uma vez ataca o Partido dos Trabalhadores nas redes sociais. E a maneira que se expressa, não deixa claro se ela clama por mudança de governos apenas na esfera federal ou também nas municipal e estadual.
Pâmela Bório Logo depois da derrota da seleção brasileira, Pâmela Bório se utilizou do seu perfil no Instagram para declarar que o Brasil não é apenas futebol, que continua tendo muito orgulho de ser brasileira e apoiando a seleção guerreira. Ela ainda parabeniza os jogadores por lutarem até o fim e agradece todas as emoções sentidas e compartilhadas durante a Copa.
A primeira dama, faz um trocadilho sobre o “saber vencer e saber perder” e dispara: “E que a nossa maior vitória seja a mudança de governos que tanto almejamos para ganharmos esperança de uma educação de qualidade, acesso à saúde, mobilidade urbana digna, habitação para todos, enfim, melhores condições de vida para o povo desta nação. #prontofalei #expectativa”, postou.
Ela só esqueceu de esclarecer a qual ou quais governos ela clama por mudanças e melhorias. Alguns seguidores da primeira dama, inclusive a questionaram: “Mudar pra melhor ou time bom não se mexe? E agora?”. E mesmo que esteja se referindo ao PT Nacional, não seria uma boa maneira de se fazer política já que o entrave entre o PT e o PSB, partido do governador Ricardo Coutinho (PSB), estão num imbróglio sem limites.
Já que a primeira dama, generalizou seu clamor, estaria incluso, nas mudanças de governos para alcançar melhorias na Educação, Saúde e Segurança, o governo da Paraíba? Fica a pergunta.
 
Confira o print da postagem:
 
printpamela
 
Simone Duarte (@sireporter)

Hospital de Trauma de Campina Grande/PB deve ser acionado por reter macas

A Procuradoria Geral do Município de Campina Grande e a Secretaria de Saúde do Município deverão acionar o Hospital de Emergência e Trauma da cidade na Justiça. O objetivo é garantir que o atendimento realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à população campinense não seja prejudicado por conta da retenção das macas das unidades móveis no interior do hospital. A PGM já oficiou à Promotoria da Saúde sobre o problema.
traumaCG Desde o início deste ano, a coordenação do Samu vem alertando a direção do Trauma sobre o problema com as macas, inclusive tendo que recorrer diversas vezes à polícia para registrar os casos. De acordo com a Procuradoria Geral do Município, a medida é para resguardar o poder público municipal diante de eventuais problemas. Esta semana, a retenção das macas do Samu acabou dificultando o atendimento de um paciente idoso, que veio a óbito.
“O Município não pode ficar refém de um problema provocado pela gestão estadual. As macas não podem servir de leito de forma permanente e nós temos nos preocupado muito com isso, porque o Samu é um serviço importantíssimo para a população. A Procuradoria está tomando todas as medidas que forem possíveis para, juntamente com a Secretaria de Saúde, evitar que casos graves aconteçam e coloquem em risco a vida dos cidadãos campinenses”, relatou o procurador geral do Município, José Fernandes Mariz.
Em informações divulgadas à imprensa, a direção do Trauma alega que o motivo da retenção das macas seria a superlotação no hospital. No entanto, de acordo com a secretária interina de saúde do Município, Luzia Pinto, desde o ano passado, a Prefeitura tem adotado medidas para auxiliar a desafogar os atendimentos no Trauma, a exemplo da disponibilização de leitos de retaguarda para internação, sala de cirurgia e UTI no Hospital Municipal Pedro I.
 
Jornal da PB

Juiz determina soltura de PM que reagiu a assalto e matou acusado na saída do Parque do Povo em Campina

O juiz Falcandre de Souza Queiroz do 1º Tribunal do Júri de Campina Grande determinou a soltura do policial que reagiu a um assalto e matou um assaltante na madrugada de segunda-feira (07/07) na saída do Parque do Povo.
O Alvará de Soltura tem data desta quarta-feira (09).
O PM estava recolhido ao Quartel desde o dia do caso.
O Pedido de Liberdade Provisória foi uma solicitação do advogado Gilberto Aureliano.
COMO ACONTECEU
O assaltante, de 16 anos, que morava no sítio Luna, em Queimadas, morreu vítima de tiros, após assaltar o policial militar que reagiu.
Com ele foram encontrados um revólver calibre “32”, o celular, um canivete e a carteira do PM, além de outros objetos, possíveis frutos de roubo e furto.
O caso ocorreu na saída do Parque do Povo, na esquina das Ruas Sebastião Donato e Treze de Maio.
A mãe do adolescente disse que o filho já havia sido apreendido por roubo de moto e sempre estava acompanhado de “amigos” saindo para vários lugares.
 
Com Renato Diniz

Polícia identifica mulher que foi assassinada e teve corpo incendiado no bairro do Monte Santo em Campina Grande/PB

Identificada a mulher encontrada morta no sábado (05/07), em um galpão abandonado, na Rua João Maurício de Menezes, no bairro Monte Santo, em Campina Grande.
Trata-se de Jussara Paulino da Silva, 22 anos, que morava na Travessa Borborema, também no Monte Santo e era usuária de crack.
Ela foi estuprada, teve o corpo esquartejado e carbonizado.
Os suspeitos foram identificados como “Zezim Pintor”, “Álisson” e “Daniela”, que também são usuários do crack.
Daniela se encarregou de levar a jovem para o “cheiro do queijo”.
Zezim Pintor e Álisson “terminaram o serviço”.
Partes do corpo foram colocadas em um colchão e atearam fogo. 
 
O MOTIVO
“Zezim Pintor” era apaixonado por Jussara e sempre dizia que não admitiria que ela tivesse qualquer outro.
A jovem não levava isso em conta, pois não tinha nada com ele e teve um relacionamento um jovem.
Daniela e Álisson deduraram o caso a “Zezim Pintor”.
Este por sua vez não aceitou e orientou que os outros dois acusados levassem a vítima para o galpão sob a promessa de uma pedra de crack.
Chegando ao local, “Zezim Pintor” violentou Jussara.
Ela disse que o entregaria a polícia.
Se sentindo ameaçado, ele a agrediu e com a ajuda de Álisson, a matou, esquartejou e ateou fogo no corpo.
Partes do corpo foram encontrados pelo galpão e envoltos no colchão.

Em Campina: bandidos fazem arrastão, agridem clientes e ainda promovem quebra-quebra em bar que funciona a menos de 300 metros de batalhão da PM


Cerca de dez clientes e quatro funcionários de um bar da Avenida Almeida Barreto, no bairro Liberdade, foram assaltados e agredidos por três homens armados.
Um equipamento de som foi danificado, celulares foram quebrados e portas arrebentadas.
O crime aconteceu às 22h00 desta terça-feira (08/07).

O trio chegou ao local, de acordo com a proprietária, perguntando se no bar “havia menores”.
“Eu disse que meu estabelecimento era frequentado por adultos. Imediatamente eles anunciaram o assalto e foram agredindo clientes e tomando celulares e dinheiro”.

Ainda, segundo a proprietária, os bandidos trancaram os clientes e os funcionários em um quarto enquanto que ela era obrigada a dar dinheiro, além de abrir um equipamento de som para que os ladrões levassem as moedas.

“Os ladrões ainda tentaram abaixar a porta do bar, mas a porta emperrou e eles foram embora”.
O trio fugiu em um carro de cor vermelha e não foi localizado pela polícia.
 
Com Renato Diniz

Polícia Militar prende terceiro suspeito de ter participado de assalto que acabou com morte de comerciário em Campina Grande/PB

("Peleu": preso pela PM)

O Serviço de Inteligência, Força Tática e a Rádio Patrulha do 2º BPM prenderam na tarde desta terça-feira (08/07) no Bairro Glória em Campina Grande, Mateus Mendes Nascimento, o “Peleu”, 18 anos.
Ele é acusado de assassinar, durante um assalto, o funcionário da Ipanema Tecidos, José Zacarias Silva, de 64 anos.
("Peleu":  Atirou no comerciário)
O crime aconteceu na galeria do Edifício São Luís por volta das 17h00 de 26 de maio.
O homicida estava numa casa abandonada, bem próximo da residência dos pais.
Diariamente “Peleu” recebia mantimentos da família, segundo a PM.
A polícia chegou ao local após levantamentos e informações.
(Zacarias: Morte covarde)
O CRIME
José Zacarias da Silva, quando iria depositar dinheiro da loja em uma casa lotérica na Rua Barão do Abiaí/Feirinha de Fruta, no Centro de Campina Grande.
De acordo com informações da polícia militar a vítima foi seguida por um casal e na galeria do edifício São Luís, onde funciona a lotérica, o homem anunciou o assalto.
José Zacarias tentou evitar que o assaltante levasse a quantia, correu, foi seguido e sofreu um tiro na nuca.
O ladrão roubou a quantia (não informada) e fugiu.
“A casa” começou a desmoronar quando a polícia civil realizou as prisões de outros envolvidos, a partir de 28 de maio.